Segunda-feira, 12 de Março de 2012
E ASSIM SE PREPARAM AS DITADURAS

A História não se repete, mas é feita de ciclos com algumas semelhanças e arrepiantes coincidências.

O caos político e financeiro que se viveu na segunda metade da década de 1920 proporcionou o aparecimento dum “salvador” que, chamando a si o controlo orçamental de todos os Ministérios, concentrou na pasta das Finanças todo o poder discricionário de autorização de despesas do Estado.

Animado pelo êxito do seu homólogo do século XX que conseguiu “pôr em ordem” as Finanças, Vítor Gaspar tudo faz para lhe seguir as pegadas, papagueando ou reutilizando a malfadada célebre frase “Sei muito bem o que quero e para onde vou”.

Este governo sabe o que quer, mas não imagina para onde vai. Quer o empobrecimento generalizado a curto prazo para manobrar a seu belo prazer e transferir todo o poder económico para as mãos da especulação financeira, concentrando, assim, a capacidade de decisão sem necessidade de diálogo e concertação.

Bem pode Vítor Gaspar “armar” um ar simpático, hipocritamente ajustado ao regime democrático, que não consegue esconder a política e os propósitos deste conluio PSD/CDS no seu melhor.

Nós já vimos isto. Foi o que Salazar fez e que parece que toda gente esqueceu: deixar os ricos em paz, e meter todo o peso da dívida em cima de quem trabalha. Impostos e impostos, a pobreza é um mal necessária para esta gente que nos governa. Este é o verdadeiro PSD.

Não sabe, no entanto, para onde vai, porque esquece, este triunvirato formado pela marionete política Passos Coelho, o estratega tenebroso Miguel Relvas e o sinuoso açambarcador Vítor Gaspar, autoproclamados mais “troikistas” que a maldita “troika”, que não vivemos no mesmo regime que, há 84 anos, “endireitou” as finanças, sem beliscar os poderosos, levando à miséria a maioria da população do país, como o governo PSD/CDS quer fazer agora.

Salazar valeu-se duma ditadura militar e duma sanguinária polícia política, a PIDE/DGS, para impor as suas medidas. Vítor Gaspar tem que enfrentar um regime democrático socialmente sensível, uma imprensa livre, apenas sufocável financeiramente, uma cidadania que, embora adormecida e deliberadamente anestesiada, tem a liberdade de se manifestar e agir, uma população indignada, a quem não faltam razões para explodir.

É nestas alturas, em que somos postos à prova, que cada um mostra exatamente o que é. E esta é a oportunidade que o PSD precisava para mostrar toda a sua vontade e pensamento.

Facilitar quem já tem muito, dificultar quem tem pouco. Mais desemprego, precariedade e pobreza porque, para o PSD, tudo vale para agradar o FMI, Merkel, Sarkozy e BCE. Nunca lhes irá bater o pé, por pior que seja a situação em Portugal.

Este barril de pólvora, cujo rastilho se pode acender com uma gota de água, é imprevisível, e tanto pode resultar numa luta generalizada, não violenta, mas firme e consciente, como degenerar em violência gratuita, cega e descontrolada, o que justificaria a implementação de medidas policiais repressivas para irem muito além da segurança e da ordem.

A direita só sabe governar com chantagem, seja explícita ou implícita. Quando era Primeiro-Ministro Cavaco Silva, juntou à chantagem a violência física. Agora, Passos Coelho junta o terror psicológico.

Vítor Gaspar conta com Isso, Relvas sabe bem como o fazer e Passos Coelho, com acompanhantes de tamanha competência, tem razões para se sentir "o maior". 



publicado por livrecomoovento às 02:19
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Janeiro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


posts recentes

ESCOLARIDADE OBRIGATÓRIA

PLANO E ORÇAMENTO PARA 20...

O FAIAL E OS TRANSPORTES ...

O Milagre Económico

Os pontos nos iis

NÃO DEIXES QUE DECIDAM PO...

O MEDO E A CACICAGEM

Um político que de irrevo...

SEMANA DO MAR - Programas...

O CISCO A ENCOBRIR A TRAV...

arquivos

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Junho 2006

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds